1999 - Chove

 

 

Chove...

Na fonte das águas, chove...
Na fronte das lágrimas do pretérito calado

Lavando a chuva dos olhos cansados
Chovendo nos mares, nos mares amados

Chovem...
As nascentes das lágrima de todo um passado

As correntes de lástimas de ventos parados
Vertendo nos rios, nos rios amados

Chovemos...
Nós as nuvens do firmamento estrelado

Nós as gotas do "orvalho tempo" esperado
Caindo nos campos, nos campos amados.

 

**Poema integrante do livro "No Castelo do Espírito", de Andrey Cechelero**

 





(0) Comentários
Nenhum comentário disponível.
Nome: *
E-mail: *
Mensagem: *

*Campos Obrigatórios

destaques

  •  

    15 ANOS DE CARREIRA DE ANDREY CECHELERO

  •  

    Uma seleção de músicas com imagens belíssimas

  •  

    Primeiro livro de Andrey Cechelero - poemas