2013 - SOU A IMAGEM QUE ELA LEVA

 

Sou a imagem que ela leva

E assim ele fazia todas as noites com a filha pequenina: Sentava-se no sofá, acomodava-a no colo, passava um de seus bracinhos por debaixo do seu – encaixando-a bem perto – e os dois se despediam do dia com uma oração e uma canção.

Instante fascinante aquele. Adormecer nos braços de alguém que se ama, em quem se confia, é das coisas mais belas da vida...

Porém, o que deixava aquele pai mais encantado ainda era o olhar profundo da criança, pois a partir do momento em que se entrelaçam os dois, os olhos não se perdiam mais. No fundo da alma... Ela me olha no fundo da alma – dizia.

E aquela era a última imagem que ela levava do dia: os olhos de seu pai. E ele pensava:

Que responsabilidade a minha... e do meu olhar. Que responsabilidade ser a última imagem vislumbrada por alguém antes de encontrar o mundo dos sonhos, de adormecer. Meus olhos são a última imagem que ela leva do dia... São também a imagem da vida... Ela vê a vida através do meu olhar. Se meus olhos estiverem aflitos, ela leva aflição; se meus olhos estiverem preocupados, inquietos, ela levará preocupação. Mas, se em meu olhar houver alegria, esperança, ela as levará consigo. Se em meus olhos houver gratidão a Deus ela poderá aprender a ser grata; se lá encontrar medo, insegurança, talvez não se sinta apta a enfrentar o mundo e queira desistir. Ainda... se enxergar a si mesma, que bondoso espelho que poderei me tornar! Refletindo com cuidado o que precisa mudar; refletindo com pujança a luz que lá já está.

Que honra ser “olhar” e ao mesmo tempo “espelho”. A vida através de meus olhos... que vida será? Se desejo ser “bom olhar”, destes que se gosta de mirar, que posso fazer para me aperfeiçoar? Sim, porque só quero para ela endereçar olhar seguro, desses que não temem o escuro, ou, se ainda temem, não tem medo dele falar.

Nos olhos dos pais estão sendo construídas novas visões de mundo.

Pais da Terra! Cuidem de seus olhos, de seus exemplos, de suas palavras. Recordem-se que sempre os acompanhará o olhar interessado e carente de um filho amado.

Que responsabilidade a minha... e do meu olhar. Que responsabilidade ser a última imagem vislumbrada por alguém antes de encontrar o mundo dos sonhos, de adormecer. Meus olhos são a última imagem que ela leva do dia... São também a imagem da vida... Ele vê a vida através do meu olhar. Que responsabilidade a minha... e do meu olhar.

E assim ele fazia todas as noites com a filha pequenina: Sentava-se no sofá, acomodava-a no colo, passava um de seus bracinhos por debaixo do seu – encaixando-a bem perto – e os dois se despediam do dia com uma oração e uma canção. A filha adormecia nos braços do pai; o pai descansava das lutas nos braços da filha; e ambos eram imensamente felizes.

A.C.16.05.2013





(10) Comentários
  • Mary 16.05.2013 às 10:17:23

    Oi Mã!!! Dá uma olhada nesse texto, que coisa MAIS LINDA. em especial a parte: " Adormecer nos braços de alguém que se ama, em quem se confia, é das coisas mais belas da vida..." Por isso gosto de ficar na sua cama atéééé dormir! Te amo! Bjos Chey
  • Taisa Damiani 16.05.2013 às 10:17:23

    "A vida através de meus olhos... que vida será?" Adorável poema! Obrigada pela grandiosa reflexão,que vem de encontro com nossa diária reforma íntima! Saudades ... Com carinho Taisa
  • Max 17.05.2013 às 10:17:23

    Obrigado Andrey pelo belo e sensível texto. Nos lembra que a nossa missão como pais está muito ligada aos pequenos detalhes, aos momentos de verdadeira atenção que damos à eles, que sem sombra de dúvidas são os mais importantes. Abs, Max
  • Denise magalhães 17.05.2013 às 10:17:23

    Andrey! Que poema lindo e profundo...toca a nossa alma... e nos emociona... parabéns!! Realmente se cada pai, mãe, ou qualquer pessoa responsável por uma criança, tivesse essa consciência, muitos desajustes seriam evitados. Mas que cada um de nós possa contribuir para a criação de um mundo mais harmonioso. A sua sensibilidade e a sua música contribui para que percebamos o mundo melhor. Obrigada pela sua disponibilidade de compartilhar tanta energia boa. Bj
  • Vanessa Kosop 17.05.2013 às 10:17:23

    Lindo e sensível!!Me coloquei no lugar deste pai, pois todas as noites coloco meus filhos para dormir faço uma oração e é um dos melhores momentos do dia!!Realmente temos que ter muito cuidado na hora de transmitir nossos sentimentos para nossos filhos!! Abraços, Vanessa
  • Sueli Muller 17.05.2013 às 10:17:23

    Que mais posso te dizer do que: Obrigada, obrigada, obrigada......
  • Leuma G. Camilo 17.05.2013 às 10:17:23

    Andrey, já o conhecia de longa data através de alguns CDs em que você estava.Depois de muito tempo tive o prazer de conhecê-lo pessoalmente e agora, que surpresa, através destas palavras tão cheias de amor e ternura, muito lindo mesmo! Que o Senhor o abençoe sempre e que nada se perca desta sua inspiração!
  • Sheyla Santos Nigro 17.05.2013 às 10:17:23

    Andrey quanta sensibidade ! Eu me emocionei muito com este texto maravilhoso . Você é uma pessoa impar,muito querida. Um grande abraço.Continue sendo esta pessoa maravilhosa e cm muita inspiraçaõ. Um grande abraço.
  • Evandro Marcio Rabel 17.05.2013 às 10:17:23

    Andrey, obrigado por momentos tão especiais como este. Grande abraço, Evandro
  • Isabel 19.05.2013 às 10:17:23

    Olá! Andrey, Amei a crônica em sua sensibilidade de ser pai. Se você me permitir gostaria de publicà-las em minha comunidade facebook: No Bosque das águas https://www.facebook.com/NoBosqueDasAguas?ref=hl Fraternal abraço Bel
Nome: *
E-mail: *
Mensagem: *

*Campos Obrigatórios

destaques

  •  

    15 ANOS DE CARREIRA DE ANDREY CECHELERO

  •  

    Uma seleção de músicas com imagens belíssimas

  •  

    Primeiro livro de Andrey Cechelero - poemas