1999 - Quatro promessas um esponsal

 

 

Se a Deus nosso amor deve elevar-se... Se adorá-lo é cultivar o sentimento sublime entre as almas... Prometo amar-te... Fazendo com que este amor banhe todos à nossa volta... Prometo amar-te... Profundamente... Intensamente...

Se a chama que povoa meu íntimo e faz-me "espírito" é imortal... Se nossos antigos amores não nos abandonam, e podem se fazer presentes em nossas vidas, possibilitando que estes "dois mundos" se interajam... Prometo amar-te... Na terra dos homens... Na terra dos espíritos... Por toda imortalidade

Se muitas existências depuram nossas virtudes... Se muitos nomes, línguas e vestes tivemos e teremos... Prometo amar-te... Chamando-te não por teu nome, mas sim por teu coração

Se muitos astros podem nossas almas habitar... Se os lares de Deus são incontáveis... Prometo amar-te... Em todo planeta... Em toda estrela que cintile neste universo sem fim...

 

**Poema integrante do livro "No Castelo do Espírito", de Andrey Cechelero**





(1) Comentários
  • Maria de Lourdes K. Garcez 28.02.2013 às 15:20:28

    O Amor irradia a paz!
Nome: *
E-mail: *
Mensagem: *

*Campos Obrigatórios

destaques

  •  

    15 ANOS DE CARREIRA DE ANDREY CECHELERO

  •  

    Uma seleção de músicas com imagens belíssimas

  •  

    Primeiro livro de Andrey Cechelero - poemas