1999 - Sou...

 

 

Visitante em meu próprio lar
Viajante buscando estar

Habitante de um só lugar
Sou de Deus, de adeus , e voltar...

Nada tenho além do que sou
Nada levo além do que sou

Soude Deus, de adeus, e voltar...
Cintilante... o céu a sonhar

Flamejante... tal chama a voar
Importante... o fim que terá

Sou de Deus, de adeus, e voltar...
Nada tenho além do que sou

Nada levo além do que sou
Sou de Deus, de adeus, e voltar

Sou partida, trilha e chegar...

**Poema integrante do livro "No Castelo do Espírito", de Andrey Cechelero**

 





(0) Comentários
Nenhum comentário disponível.
Nome: *
E-mail: *
Mensagem: *

*Campos Obrigatórios

destaques

  •  

    15 ANOS DE CARREIRA DE ANDREY CECHELERO

  •  

    Uma seleção de músicas com imagens belíssimas

  •  

    Primeiro livro de Andrey Cechelero - poemas